Magia Além das Palavras

“As histórias que mais amamos vivem em nós para sempre. Não importa se você voltará página por página ou se assistirá aos filmes mais uma vez, Hogwarts sempre estará te esperando.” J.K.Rowling

Nada poderia ser mais verdadeiro que essa frase da escritora J.K. Rowling. Eu ainda me lembro a primeira vez que li Harry Potter e a Pedra Filosofal, era o ano de 2001 e eu estava na sexta série. A professora de português pediu um trabalho com o livro que esteve no topo das listas dos mais vendidos e era obra de uma mulher. Um livro de ficção, de fantasia, infanto juvenil. A minha turma nunca foi de muita leitura, mas eu me lembro da minha euforia ao terminar de ler aquele livro. Eu me lembro de como quis todos os outros e de como trocava com um colega de sala os que eu tinha pelos que ele comprava. Eu me lembro de ler na sala, na cozinha, no banheiro e até caminhando pelas ruas.

Por isso, nesse 29 de outubro, dia do livro, eu queria deixar como dica o filme “Magia além das Palavras”  que não é um filme sobre Harry Potter, ou para fãs de Harry Potter. É um filme para qualquer pessoa que esteja precisando acreditar que amanhã o sol vai brilhar de novo e que as vezes nós só precisamos acreditar em nós mesmos e nos nossos sonhos, e ter pelo menos uma pessoa que acredita na gente. Essa é uma biografia não autorizada da história de uma escritora que ficou BILIONÁRIA escrevendo livros para um público infanto juvenil  considerado de baixo retorno, que perdeu a mãe para uma doença complicada, que passou por um casamento difícil com um marido violento, que precisou da assistência do governo para se sustentar e sustentar sua filha, e que ainda assim mudou a vida de um monte de pessoas no mundo inteiro. A saga de Harry Potter não é apenas sobre magia, é sobre coragem, amizade, valores, respeito, união. Nos seus livros ela trabalha de forma sutil e com metáforas questões de discriminação, bullying, homossexualidade e diversos outros assuntos que inclusive a levaram em 2007, a revista Time nomeou-a como Pessoa do Ano, ressaltando a inspiração social, moral e politica que ela deu a seus fãs. Além disso, um estudo publicado pelo Journal of Applied Social Psychology revelou que as crianças que leêm Harry Potter são mais propensas a reduzir os seus preconceitos em relação a grupos minoritários.

A história de sua vida é a prova de que livros podem mudar vidas. De quem escreve e de quem lê. Dê uma chance a si mesmo e assista esse filme, mesmo que você não goste nem um pouquinho de Harry Potter.

Beijo queridas!

 

 

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s